<body ><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d9613165\x26blogName\x3dDynaHolanda\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://dynaholanda.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3den_US\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://dynaholanda.blogspot.com/\x26vt\x3d-7226695563917687303', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
 


O Casal:

Photobucket

em portugues:

Carioca do Rio de Janeiro,casada com o holandes Peter,de Amsterdam.
Nos nos casamos no Rio, em abril de 2003 e chegamos a Holanda em dezembro de 2003.
Conheci o Peter em janeiro de 2001. Ele foi ao Brasil, de ferias. Naquela epoca, eu morava em Sao Paulo - pois estava terminando o meu curso de Direito.
Hoje ja estamos mais adaptados a toda essa mudanca. Ainda falta muita coisa. Leva tempo. Mas valeu pena. Estamos felizes.
Ja passamos muita coisa. Ja conseguimos falar um pouco o holandes. Os meninos ja falam tudo. Entendo bastante. Por que nao dizer muito? Falo menos que isso (rs...). Peter ja entende mais portugues do que diz saber. Desistir? Nunca. Vamos ate o fim em tudo. E enquanto prosseguimos, voce aproveita e compartilha com a gente da nossa historia e nossas fotos!!


in English:

Naldy, Brazilian, from Rio de Janeiro, married to the Dutch Peter, from Amsterdam.
We married in Rio on April 2003 and started living together in Holland in December, 2003.
I met Peter in january, 2001.In Brazil. He was on vacation. At that time I was living in Sao Paulo because I was finishing my studies to become a lawyer.
Now we are more used to our new life here. Off course there are so many things to know, to learn. It takes time. But it is worth it.
We are happy.
We have experienced a lot. I can speak some Dutch. The kids can speak Dutch already. I could say a lot. I talk less than this. (lol). Peter understands more Portuguese than he tells us! Give up? Never. We will go on until the end. And while we are here, why don t you enjoy sharing our story and our pictures?

Eu amo :
Musica-especialmente bossa nova- e a que toca aqui e PASSEAR do Helio Zaggaglia e eu canto!, gosto de dormir, amigos, cinema, filmes, shopping!!
Mas amo de paixao meus filhotes, o meu amor, minha familia e JESUS.


Eu odeio:
Inveja, ciume, falsidade, calor de 40 graus, frio com aquela chuva fininha
que nao dah pra usar sombrinha, suco de abacaxi.


Minhas Dicas:

Aulas de Holandes


Flog dos Nossos Filhos:

Fotolog do Filipe

Fotolog do Lucas
Orkut dos Nossos Filhos:

Orkut do Filipe

Orkut do Lucas

Sites interessantes:

BRASILEIROS NA HOLANDA
Mundo Pequeno
Dutch language links
Google - BUSCA
Expatica.com
Dutchnews.nl
IND - Imigracao
Traducoes
Traducoes Altavista
Empregos para quem nao fala holandes
Undutchables, empregos
Jornal O Globo
Tudo sobre a Holanda
Cidade de Eindhoven
Cidade Maravilhosa - Rio!
IBC-Eindhoven
PASTOR CORY HOMEPAGE
English Churches in Holland
E-Kerk - Igrejas na Holanda
Aglow International Eindhoven
English Speaking Aglow in Europe
Igreja Presbiteriana da Tijuca
IECT-Igreja Congregacional Tijuca

Dicas para vir para Holanda:


Blogo aqui também:


Familia Virtual:


Image hosting by Photobucket


Eindhoven:


The WeatherPixie

Rio de Janeiro:

The WeatherPixie



Quer me linkar no seu blog?

Pega meu selo:

Photobucket

Desenho do selo por Patibee!

Volte Sempre!


 Thursday, December 06, 2007                

A Pedidos

Gente, estou em casa.
Mas isso não quer dizer que esteja sem fazer nada, pois todo mundo sabe que, quando não estamos trabalho 'fora' de casa, temos uma lista de coisas esperando por nós já que nunca temos tempo quando estamos no trabalho.
Anyway... vim checar o blog e a uma amiga leitora Cris me pediu para que eu contasse mais sobre essa experiência de ser estrangeiro.
Resolvi então escrever um pouquinho para todos.
Tem muito mais informação nos links do meu blog.
Pesquisem!

Mas vamos lá...
Primeiro: Sou Holandesa! hahahaha
ok, mas tb sou Brasileira e é neste contexto que escrevo aqui meus pensamentos, dicas.
Você, amigo(a) blogueiro(a) pode discordar das minhas dicas, ponto de vista. Pode dizer. Só não 'avacalha'como diz minha amiga Blogueira Cissinha.

Puxa vida, coisa difícil essa...
Tem tanta coisa que poderia dizer...

Às vezes tudo depende do momento em que estamos vivendo. Às vezes amamos morar aqui, outras vezes detestamos. Acho que isso acontece com quase todo mundo.
Ficamos pensando: "por que vim pra cá?"
Por isso primeira dica:
- Tenha certeza de que quer fazer isso.
Outra dica:
-Pesquisar, pesquisar, pesquisar...
Tudo o que eu sei foi procurando e pela internet.
Veja onde vai morar.
Se tem já um local determinado, pois marido/namorado/amigo/amiga já mora aqui, vá a internet e leia tudo o que puder sobre o local.
Acha importante trabalhar?
-busca de empregos na internet:
tenho vários links no blog que trazem ''uitzenbureau' agências de empregos e que são especializadas em estrangeiros.
-Igreja é importante para você?
Clique no meu link. Tem uma lista de igrejas ali em toda a Holanda.

Mas não é só isso.
A vida aqui é totalmente diferente da vida do Brasil.
Eu vejo assim:
Holanda: fechado x Brasil: Aberto.
Por quê?
Aqui o clima determina muito das nossas atividades, lazer, humor.
Por isso a dica:
- Venha antes de morar.
Pelo menos veja o país no Inverno e veja se consegue lidar com o clima.
Outra dica:
-Não venha só fazer turismo.
Fique em casa e tente recriar uma rotina. Veja se consegue ver TV, por exemplo.
Sim, você pensa "ah, isso não é tão importante". Mas são detalhes como esses que fazem a diferença entre ter uma noite agradável e querer voltar.

-Idioma:

Esse é o ponto crucial. Venha disposta(o) a querer aprender o - como eu chamo - "for God's sake language" ou em Português algo como o "idioma famigerado".

Vou colar aqui uma parte de um post anterior em que eu conto porque eu estudei para conquistar o famoso e esperado passaporte Holandês.
Como dizem: "vale à pena ler de novo"

Sou Holandesa:
"Gente, custou mas cheguei lá.
Muito suor, sangue, tempo e dinheiro. Sim muito dinheiro para se conseguir essa papelada toda. E vai ter mais. Já que para se obter o passporte precisamos pagar à parte. Pensava que receberia o passporte. Que nada. O que pagamos foi apenas para se obter a nacionalidade.
Mas, dinheiro à parte consegui o tão famoso ‘visa’ holandês.

Foram meses e meses de Inburgering cursus, provas, testes, e tome aula particular para se chegar a um mínimo aceitável de conhecimento dessa ‘for God’s sake’language!
Além disso tivemos cultura. Sim meus caros leitores, tive que me ‘integrar’ À la ministra Verdonk (verdomme, para os do lado de cá do oceano)

Mas, pra quê? Você, caro leitor pode estar se fazendo essa pergunta. Ora, minha amiga, meu amigo leitor. Moro aqui. Trabalho aqui e casei com um holandês. Nada melhor do que tb poder ter as regalias dos holandeses. Sim. Afinal já que pago todos os impostos como uma holandesa, pois eles te descontam igualzinho como se vc fosse um deles. Nada de desconto, então vamos tb obter o máximo das vantagens que esse bendito passaporte possa vir a me dar".


Voltando...
Não pense que o passaporte te dá o SENTIMENTO de ser Holandes(a). Isso só você pode conseguir. Depende de sua vontade e de acontecimentos.

- Se fala Inglês, fica mais fácil.
Os holandeses, em sua maioria, falam o idioma. Pelo menos você consegue se virar até aprender a língua oficial.

- Costumes
Váriso costumes, como o que falei no post anterior: Sinterklaas, não nos dizem nada mas o povo aqui acha importantíssimo. Assim como para nós a final do futebol é muito importante e aqui é apenas mais um esporte.

Tenho mais dicas nos links que falei.

Minha impressão de tudo isso:

Eu consegui após 4 anos de luta, sufoco, falar o idioma, sobreviver, digamos assim, nesta terra. Aprendi a amar a Holanda como meu país.
Isso tb porque tenho um maridon maravilhoso que me deu suporte.
Mas não é fácil. A idéia que se tem é que no Brasil a vida é ruim e aqui a vida é boa.
Besteira. Não é verdade. A vida pode ser boa ou ruim em qualquer lugar do mundo.
Não troco o Brasil pela Holanda. Mas vim para cá e aprendi a viver aqui.

Sou Holandesa. Mas sou estrangeira de coração. Nunca vou cantar o hino Holandês de cor como canto "Ouviram no Ipiranga às margens plácidas..."
Nunca vou entender o Sinterklaas como eles entendem.
Nunca vou falar Holandês 'foultloos', ao escrever essa palavra, p.ex. que quer dizer sem erros eu escrevi com /a/ faultloos, mas maridon disse - 'é com o'. Pois bem, eu sou Holandesa. Mas não sou. Dá para entender?

Natal aqui é em 25 e 26 de Dezembro. Dia 24 não tem a famosa virada. Pode isso?
São detalhes como esses que você tem que estar disposto a aceitar, conviver. Quem sabe um dia apreciar. Gostar? sei lá. Talvez.


Fico por aqui.
Feliz. Vou passear com mr. marido agora. A vida é bela! (mesmo no frio e na chuva hehe)

8 Comments:

Blogger Ingrid said...

Legal suas dicas Naldy, principalmente para aqueles sonhadores que pensam q é só mudar de país que tudo fica beleza. É com muita luta que fica beleza, como vc mesmo disse, em qualquer lugar do mundo. Eu nao sabia q a data do Natal era diferente aí. Legal! Bjos e bom final de semana!

5:38 PM  
Blogger Vera F. said...

Naldy, mudar de país não é como mudar de roupa. Tem que desejar muito e não ir sonhado que lá será um oásis. Mas acho que para morar tem que procurar aprender a língua local sim. Se sentir deslocado não é fácil.

Bjos.

10:24 AM  
Blogger Zé Carlos said...

:::

Olá Dy querida. eu prometi a mim mesmo que até o final do ano, visitarei a todos os meus amigos e amigas blogueiros/as que constam dos meus links amigos.
Durante o ano acontecem tantas coisas que acabam nos afastando.
Hoje vim lhe trazer um abraço, desejar que esta final de ano seja feliz com muitas comemorações e lembranças agradáveis...
Bjs do amigo, Zé Carlos

:::

11:02 AM  
Blogger Celia said...

Legal seu post de hoje, mostrando o que é viver fora do seu pais. Eu tambem sou "sueca" no papel. Adoro a Suecia como meu segundo pais. Aprendi e aceitei as diferencas entra a Suecia e o meu pais de origem. Deu certo no final. Já moro aqui ha 19 anos, e amo esse pais tao lindo.
Na nossa casa tem tudo de natal, mas nao fazemos a arvore. So quando nossa filha era pequena. Agora ja adolescente, ela adora a natureza. Acha um crime cortar as arvores, dai nos resolvemos nao fazer. Resolvemos de comun acordo. Bj

8:09 AM  
Anonymous Anonymous said...

Fofinho o seu post. Descreveu , na minha pessoal opinião, direitinho o sentimento de uma estrangeira/o.

Tb somos holandêses e brasileiros aqui em casa ( inclusive maridão).Mas acho que todos os brasileiros que vivem no exterior, no final das contas, acabam vivendo permanentemente com o coração dividido, não é mesmo?

Um abraço,

Sheila

12:03 PM  
Blogger world soul said...

Olá!

Interessante post!! Sabe, há algum tempo estive na dúvida se deveria ir ou não morar na Europa... Tinha receios gigantescos de me arrepender depois, mas é como você bem disse: qualquer lugar pode ser ótimo ou péssimo para viver... depende do estado de espírito da pessoa. Hoje já me sentiria mais segura... :)

Vc vive em Amsterdã mesmo? Aí deve ser simplesmente incrível!!!

Ah, desculpe, nem me apresentei e fui logo intrometendo no seu blog... rsrsr Sou amiga da Mile e vagando pelos blogs afora acabei encontrando o seu. Adorei, vou adicioná-lo no meu pessoal (também tenho um de viagens).

Bjs pra você e muito prazer! :)

6:26 AM  
Blogger Ciça Donner said...

Faltou só uma coisinha: "venha disposto a construir sua felicidade e nao esperando que os outros a facam por vc"

BEIJOS

6:26 AM  
Blogger Claudia said...

Olá, tudo bem?
Muito bacana de sua parte compartilhar as bençãos alcançadas neste ano que passou....Há anos em nossas vidas que alcançamos ganhos.... não é mesmo.
Bem pretendo ir para Irlanda, para estudar,tenho lido sobre e feito alguns contatos, já estive no Canadá por 30 dias,mas dentro de mim sempre tive vontade de passar um tempo fora, amo meu pais e importante esta aberto as novas culturas e entende-las.
Sou da Igreja Batista, pensei que a Holanda é país totalmente liberal...eu acho que por não conhecer tenho um outra ideia do que como as leis funcionam.....

Um super 2008 para todos nós, um abraço

12:22 PM  

Post a Comment

<< Home

 
 

Patiplates Exclusivas + Alle Rechte vorbehalten + Todos os Direitos reservados + Dy na Holanda Blog